Portal Você Online

‘Alegria à Flor da Pele’mostra carnaval nas ruas de Manaus

A alegria de brincar o Carnaval de rua em Manaus está evidente nas fotografias que integram a exposição “Alegria à Flor da Pele”, que fica em cartaz até 27 de abril na galeria do subsolo do Centro Cultural dos Povos da Amazônia.

O Centro Cultural Povos da Amazônia funciona de terça a sábado, das 9h às 15h. Nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro, não funcionará em virtude das festividades do Carnaval.

A exposição é composta por 17 fotografias, plotadas em PVC, dos fotógrafos Carlos Navarro, Cleomir Santos, Selma Maia e Tácio Melo. Todas sobre o mesmo tema: a alegria fugaz que toma conta dos foliões nas bandas, blocos de rua e escolas de samba de Manaus.

Advertisement

As obras são registros da alegria e envolvimento popular durante ensaios e apresentações de escolas de samba, sob os olhares dos quatro fotógrafos e curadoria de Sandra Praia.

As cinco fotografias do fotógrafo Tácio Melo, que integram a exposição “Alegria a Flor da Pele”, por exemplo, mostram a desenvoltura de artistas e foliões nos ensaios da escola de Samba G.R.E.S – Reino Unido da Liberdade, no mês de janeiro de 2019, nas ruas do bairro Morro da Liberdade, em Manaus.

’’Tenho uma paixão advinda do Carnaval de época, que era realizado nas ruas da cidade de Manaus e, por isso, tenho um carinho especial pelo carnaval de rua mais rústico, principalmente quando existem figurinos, bonecos gigantes, e baterias de carnaval nas ruas”, diz o fotógrafo.

Tácio Melo se diz encantado pelos desfiles de Carnaval de rua, mesmo nos ensaios que as escolas de samba realizam nas ruas da cidade. “É onde vemos a dedicação dos artistas, passistas e envolvidos no evento que muitas das vezes chama atenção de toda comunidade, das crianças até as pessoas mais idosas. Além da avenida do samba, existe esse lado bonito nas ruas, que é onde eu mais admiro e gosto de fotografar’’, afirma.

Para o fotógrafo Cleomir Santos, a exposição mostra momentos marcantes do Carnaval de Manaus, evidenciando o prazer e a felicidade que a festa popular proporciona às pessoas. “São momentos de positividade, que engrandecem o espírito e a alma”, opina.

Cleomir fotografou a ala das baianas, tradicional item que compõe os desfiles das escolas de samba. “A gente fez essas fotos com muito carinho porque as baianas são aquelas pessoas da terceira idade que desfilam no Carnaval com muita garra. Muitas já com idade avançada, mas estão ali mostrando felicidade e alegria à flor da pele”, declarou.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *