Portal Você Online

Bruno Schmidt anuncia aposentadoria do vôlei de praia

Bruno Schmidt: fim de uma carreira brilhante nas areias — Foto: Adrees Latif/REUTERS

É chegada a hora do adeus. Neste domingo (22), Bruno Schmidt, campeão olímpico em 2016 no Rio de Janeiro, anunciou sua aposentadoria do vôlei de praia. Em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo, o atleta confirmou que o motivo principal foi o fato de não conseguir mais atuar no mesmo nível que em anos anteriores. Formado em direito desde 2022, Bruno confirmou que seguirá pela área de sua formação no pós carreira.

“Não foi de ontem para hoje. É uma decisão que venho tomando desde quando comecei a sentir minha queda de performance. (…) Não me vejo mais como atleta de alto rendimento, jogando da maneira como eu jogava lá atrás. Isso machuca muito, mais do que derrotas, do que dores. Eu não me vejo mais como em 2016. Eu me comparo com isso. Chegou o momento para mim”, disse Bruno Schmidt em entrevista.

Bruno Schmidt foi considerado por muitos o melhor jogador de vôlei de praia do planeta durante algumas temporadas. Apesar da pouca altura para a modalidade, o brasileiro se destacava pela enorme qualidade técnica e leitura de jogo em quadra. O melhor momento de sua carreira, de acordo com o próprio atleta, foi em 2016 quando conquistou o ouro olímpico no Rio de Janeiro atuando ao lado de Alison.

“Eu procuro sempre os caminhos mais difíceis na minha vida, é uma cisma minha. O vôlei de praia mesmo… É um esporte que eu não nasci para isso. Sou um atleta baixo, quando comecei tinha problema de peso e tudo mais. Mas eu queria aquilo. Agora que construí uma carreira sólida, estou contaminado pelo Direito. Intensifiquei nos últimos anos e consegui me formar no meio do ano passado. Um dos motivos de estar parando é para ter tempo e energia para encarar esse novo desafio. Eu gosto disso, é o que me faz acordar cedo no dia seguinte”, comentou Bruno.

Além do título olímpico, Bruno Schmidt conquistou o Mundial de vôlei de praia, realizado na Holanda, e o Circuito Mundial em 2015, e foi duas vezes campeão do World Tour Finals, em 2015 e 2016. Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Bruno esteve ao lado de Evandro e terminou com o nono lugar.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *