Débitos Zona Azul podem ser regularizados com monitores em Manaus

A pedido da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), os motoristas notificados com aviso de irregularidades junto ao serviço Zona Azul já podem sanar os débitos diretamente com os monitores.

A medida visa facilitar a regularização dos usuários que antes tinham que comparecer até a sede da concessionária para quitar os valores devidos.

Os avisos de irregularidade emitidos correspondem ao valor de R$ 7,35 e podem ser pagos por meio de cartão de crédito, débito ou PIX.

Os usuários que utilizam o Zona Azul no Centro de Manaus ou no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul,  têm o direito de estacionar em uma mesma vaga por um período máximo de até três horas, pagando R$ 2,45 por hora.

Os créditos podem ser adquiridos por meio do aplicativo ZA Manaus disponível para Android e IOS, pelo site www.zamanaus.com.br, com os monitores ou ainda nos 54 pontos de venda distribuídos nas áreas de abrangência do serviço.

Implantado em 2018, o serviço público de Estacionamento Rotativo Pago Zona Azul passou a ser regulado e fiscalizado pela Ageman em 2019, com a publicação do decreto municipal nº 4.399, de 3 de maio de 2019.

Atualmente, o serviço oferta 3.323 vagas, sendo 2.694 vagas na área central de Manaus e outras 629 no conjunto Vieiralves.

O serviço é realizado pela empresa Consórcio Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia SPE – Ltda, detentora da outorga do serviço, conforme contrato nº 014/2015 – celebrado com o município de Manaus.

A atividade de regulação junto ao contrato de concessão do referido serviço tem possibilitado melhorias aos mais de 123 mil usuários que utilizam o Zona Azul mensalmente, além de garantir melhor fluidez no trânsito de Manaus.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *