Exames indicam sarampo em tripulantes de transatlântico no Brasil

O país é considerado livre de transmissão do sarampo. Surtos recentes foram considerados “importados”.

O primeiro resultado das amostras coletadas de 13 tripulantes do navio MSC Seaview, que ficaram doentes nas últimas semanas, apontam que seis estão infectados com sarampo. Na segunda-feira (18) mais de 1,3 mil pessoas que trabalham no transatlântico receberam, em Balneário Camboriú, a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. O navio está em Porto Belo.

A princípio, os tripulantes estão impedidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de deixar o navio em Porto Belo. Não há impedimento para os passageiros, nem suspeita da doença entre eles.

Segundo a Anvisa, um médico faz o acompanhamento dos doentes a bordo, e não há registro de novos casos. A companhia de cruzeiros MSC informou que os tripulantes que relataram os sintomas foram isolados em suas cabines e permanecem recebendo todo o atendimento médico necessário. Ainda segundo a companhia, a Anvisa foi imediatamente comunicada.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *