Portal Você Online

Jogador da Áustria bate recorde ao marcar aos seis segundos

Baumgartner quebrou marca de Podolski, onze anos depois.Christoph Baumgartner na partida em que marcou o gol mais rápido de um jogo entre seleções: Eslováquia 0 x 2 Áustria

O meia austríaco Christoph Baumgartner marcou o gol mais rápido da história em uma partida entre seleções ao balançar as redes com apenas seis segundos de jogo, na vitória por 2 a 0 da Áustria sobre a Eslováquia, no sábado (23).

O gol do meia de 24 anos foi ainda mais rápido do que o marcado por Lukas Podolski em uma partida entre Alemanha e Equador, em 2013, com sete segundos de jogo, que era o antigo detentor do recorde.

Apesar do gol relâmpago, a partida só teve outra bola na rede mais de 80 minutos depois, quando Andreas Weinmann marcou 2 a 0 para a Áustria no amistoso.

Advertisement

Na mesma noite, outro gol relâmpago

Curiosamente, o gol de Baumgartner não foi o único que chamou a atenção pela urgência, vamos dizer assim, no sábado.

Pouco depois, o alemão Florian Wirtz superou o próprio Podolski ao marcar o gol mais rápida da história da Seleção Alemã. Foi um golaço na vitória de 2 a 0 sobre a França, em Lyon, e a rede balançou aos sete segundos de jogo — um segundo depois que o gol do austríaco.

Wirtz marcou em jogada ensaiada

O gol de Wirtz foi alguns centésimos mais rápido que o de Podolski em 2013 e veio de uma jogada ensaiada, na qual ele recebeu passe longo de Toni Kroos a partir do meio de campo, permaneceu desmarcado e finalizou de fora da área.

“Nós tivemos um ótimo começo e a saída de bola foi planejada exatamente daquele jeito”, revelou após o jogo Julian Nagelsmann, técnico da Alemanha, à Reuters.

“Foi importante segurar a vantagem e, após o intervalo, melhoramos ainda mais e criamos mais oportunidades. Estou muito satisfeito com a maneira que lutamos. É o que desejamos, entregar tudo o tempo todo”, seguiu o treinador.

A França não conseguiu se recuperar do golpe prematuro, e quando Kai Havertz ampliou para a Alemanha logo depois do intervalo, a Alemanha nunca chegou a ter a vitória parcial ameaçada pelos atuais vice-campeões mundiais.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *