Dólar Hoje

Mourão diz que Marinha e Polícia Federal vão retirar garimpeiros do Rio Madeira

Centenas de balsas de garimpo lotam rio Madeira em corrida por ouro

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse hoje (25) que a Marinha e a Polícia Federal vão retirar as centenas de balsas de garimpeiros instaladas no meio do Rio Madeira, na altura do município amazonense de Autazes, a aproximadamente 120 km de Manaus.

Segundo ele, a Polícia Federal vai coordenar a operação de retirada com o apoio de navios da Marinha – da Flotilha do Amazonas baseados na Estação Rio Negro, a 100 km do local da invasão – e da Aeronáutica, que também tem uma base aérea nas proximidades.

A PF está mobilizando um aparato de agente de outros estados para atuar na operação de retirada. Segundo fontes do Jornal Hoje da Rede Globo, áudios captados de mensagens trocadas entre os garimpeiros, eles afirmam que vão reagir e enfrentar as tropas federais.

Desde julho desde ano, que eles vem descendo o rio desde Borba, onde começaram a remover o fundo do Madeira em busca de ouro e provocando danos ambientais com o uso de mercúrio no processo de mineração.

“Todos os anos ele procuram lugares para retirar ouro. A PF e a Marinha estão se preparando para agir. Quem estiver ilegal terá a embarcação apreendida”, afirmou Mourão.

Ministério Público Federal já confirmou a extração de ouro no Madeira é ilegal e cobrou o fim do garimpo ontem (24) com uma recomendação direcionada ao Ibama, Exército, Marinha, PF, Agência Nacional de Mineração (ANM) e Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *