OAB protocola pedido para realização de vistorias de urgência em barragens no AM

Documento foi protocolado na sede do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), em caráter de urgência.  

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) protocolou documento que cobrando que o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) realize vistorias em caráter de urgência nas barragens de minérios localizadas no Estado.

O documento foi protocolado na sede do Instituto, na manhã de terça-feira (29), pelo presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy, e pelo presidente da Comissão de Meio Ambiente da seccional, Vanylton Bezerra.

Ainda conforme ele, o documento se trata de um pedido da OAB-AM no sentido de que o poder público intensifique a fiscalização em reservatórios de mineração. Ele informou que há 15 barragens no Amazonas em alto risco.

“O fato de elas estarem em alto risco não significa que estão na iminência de cederem. A grande questão é que o poder público, que está tomando conta de toda a situação do Estado, também tem um olhar diferenciado com esta situação da extração mineral”, informou.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB, Vanylton Bezerra, informou que a estimativa da Ordem é de que existam 15 barragens, no município de Presidente Figueiredo, de uma mineradora. Para ele, seria necessário que haja um trabalho conjunto para que não aconteça outro rompimento de barragens.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *