Portal Você Online

Pagamento Auxílio Estadual será realizado todo dia 20 do mês

O pagamento do Auxílio Estadual será realizado todo dia 20 de cada mês. A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (9), pelo Governo do Amazonas.

São beneficiados do programa pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social, seja em estado de pobreza ou de extrema-pobreza.

Atendimento nos PACs

Os postos do programa Auxílio Estadual nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs) são um núcleo de apoio à equipe técnica que iniciou visitas domiciliares para monitoramento social das famílias beneficiárias, em agosto.

Advertisement

Os postos podem ser encontrados em todas as unidades dos PACs em Manaus e no interior, das 8h às 17h.

Sem necessidade de agendamento prévio, os locais atendem especificamente aqueles beneficiários que perderam a visita domiciliar do projeto Psico+Social da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), em razão de não estarem presentes na residência. Portanto, os técnicos orientam para que os beneficiários procurem um dos postos de atendimento nos PACs.

Além disso, os locais de atendimento atuam como referência exclusiva para os beneficiários que quiserem tirar dúvidas sobre como solicitar segunda via, como trocar senha do cartão, sobre saldo na conta, como desbloquear o cartão, atualizar número de telefone para contato ou endereço.

A Seas ressalta que não é feito nenhum cadastro ou recadastro de novos beneficiários. Está sendo realizado apenas monitoramento das famílias que já são contempladas pelo programa Auxílio Estadual Permanente.

Vistas domiciliares

As visitas para monitoramento social, que iniciaram em agosto deste ano, estão em pleno andamento e vão continuar. O acompanhamento está sendo feito pela equipe do Projeto Psico+Social, devidamente uniformizados e identificados.

De acordo com a Seas, o objetivo do atendimento socioassistencial e psicopedagógico é monitorar as famílias que vivem em extrema pobreza e necessitam de atendimento humanizado, além de identificar as necessidades e demandas de serviços públicos aos beneficiários do Auxílio Estadual.

Devidamente uniformizado, o profissional que realizará o monitoramento vai ao domicílio e pede autorização para entrar na residência e realizar registro fotográfico.

Em seguida, o profissional conversará com o beneficiário e aplica um questionário sobre a composição dos moradores do domicílio, data de nascimento, o sexo, a alfabetização e a cor ou raça dos moradores.

O questionário também abrange perguntas sobre saúde e educação.

Todas as informações são confidenciais e protegidas por sigilo.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *