Ponte cai na BR-230 e deixa município de Humaitá, no Amazonas, isolado


Apenas veículos de maior porte conseguem passar em trechos alagados (Foto: Divulgação)

A queda de uma ponte de madeira no quilômetro 7 da Rodovia Transamazônica (BR-230) deixou o município de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus) isolado.

O trecho liga Humaitá a Apuí (a 453 quilômetros da capital). O grande volume de chuvas na região causou a subida do nível do rio arrastando a estrutura. Outros trechos da BR-230 estão alagados e o acesso já estava bem complicado desde o início de março.

Desde fevereiro a estrada está alagada em vários trechos. Apenas veículos maiores conseguiam transitar pela rodovia. Segundo Ranilda Araújo, moradora do distrito de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré (a 332 quilômetros de Manaus), a situação está alarmante. Já faz uns quinze dias que os pontos estão alagados, fazendo com que os ônibus passem pelas laterais da via.

“A população de municípios e de comunidades que dependem dessa rodovia já estavam sofrendo com a dificuldade de locomoção, devido a trechos alagados. Agora, sem a ponte, vai começar a faltar mercadoria e combustível, situação que pode se agravar se não forem tomadas providências o mais rápido possível”, informou a moradora.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *