Prefeitura participa da 44ª Expoagro com educação ambiental

A Prefeitura de Manaus participa da 44ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), com ações voltadas para educação ambiental e apoio aos agricultores familiares. O evento, que começou ontem (28), segue até o próximo dia 4, no Kartódromo da Vila Olímpica, na Avenida Jorge Teixeira, no Dom Pedro.

Equipes de conscientização ambiental da Semulsp estiveram no local para orientar os visitantes sobre o descarte correto dos resíduos. Os “Garis da Alegria” fizeram apresentações com músicas lúdicas de sensibilização ambiental, com o objetivo de fortalecer a cultura de reciclagem e diminuir o fluxo de resíduos direcionados aos rios, igarapés e aterro sanitário.

“Mais uma vez a Semulsp está presente neste evento, que é a Expoagro, realizando serviços como poda, capina, pintura de meio-fio e outros serviços, bem antes de iniciar, durante e após o encerramento. E nós estamos com o estande para lembrar à população que devemos estar cada vez mais conscientes para cuidar da nossa cidade, conforme determina o prefeito David Almeida”, enfatizou o secretário da Semulsp, Altervi Moreira.

Durante o evento são explanados diversos serviços que a Semulsp desenvolve como tijolos ecológicos, coletores flutuantes, Pontos de Coletas Voluntárias (PEVs), esculturas com material reciclável e outros trabalhos.

Tijolos ecológicos

O que antes viravam lixos e despesas para os cofres públicos, agora são reaproveitados e transformados em tijolos. É assim que Semulsp está transformando a madeira proveniente da poda de árvores em todo o município. Os troncos e galhos das árvores têm como destinação final a incineração, servindo de combustível, alimentando os fornos das empresas de tijolos.

“São diversas toras de árvores que o nosso aterro deixa de receber. Os serviços da Prefeitura de Manaus, principalmente na Semulsp, passam a contar com tijolo ecológico para os serviços da própria pasta”, explica Moreira.

Coletores flutuantes

Durante a exposição, a Semulsp apresentou os dez coletores flutuantes que atendem a área rural de Manaus. O projeto, que foi criado pelos próprios funcionários da pasta, recolhe os resíduos das comunidades.

“Os coletores fluviais surgiram na gestão do prefeito David Almeida com o objetivo de combater o descarte irregular dos resíduos nas comunidades. Essa é a ideia da prefeitura, cuidar do nosso meio ambiente, evitando que esses lixos parem nos rios e igarapés, para dar uma qualidade de vida melhor para a nossa população”, explica Moreira.

A auxiliar administrativo Maria Rosário Silva, 33, não sabia de todo o trabalho de conscientização ambiental que a Semulsp desenvolve. “Eu não conhecia o trabalho de tijolos ecológicos, é um projeto fantástico. Já sobre os coletores flutuantes, eu tinha visto uma matéria na TV. Acho válido ter mais projetos assim, que incentivem as pessoas a terem bons hábitos e que cuidem do meio ambiente”, afirmou.

A secretaria também atua antes, durante e após o evento fazendo a limpeza do local. Os trabalhadores da Semulsp realizaram serviços de capinação e pintura de meio-fio nas avenidas adjacentes, como as avenidas Constantino Nery, Lóris Cordovil e Pedro Teixeira.

Semacc

Durante os oito dias do evento, a Semacc vai disponibilizar aos agricultores familiares da zona rural de Manaus, toda a infraestrutura necessária para que eles levem seus produtos para expor na Expoagro.

Na abertura do evento, quando representou o prefeito de Manaus, David Almeida, o secretário da Semacc, Wanderson Costa, destacou o apoio do governo do Estado ao setor primário do município e a importância da parceria para a execução de projetos como o Plano Safra Manaus, que está levando qualidade de vida aos agricultores familiares.

“O apoio aos agricultores familiares de Manaus, para que eles tenham a possibilidade de comercializar seus produtos e garantir renda para suas famílias e suas comunidades, é uma determinação do prefeito David Almeida. Estamos aqui neste primeiro dia, com seis comunidades rurais dos polos 1, 2 e 8 representadas e no espaço institucional da secretaria. Vamos estar com nossos técnicos orientando, tirando dúvidas e ensinando técnicas de plantio e cultivo de hortaliças para os agricultores e também para o público em geral”, destacou o secretário Wanderson Costa.

Ao todo, 40 produtores rurais estiveram expondo seus produtos no Espaço da Agricultura Familiar, somente neste primeiro dia da feira, com o apoio da Semacc. Para a Jessica Fernandes, produtora de plantas ornamentais e mudas de hortaliças, a Expoagro é uma vitrine que eles precisam aproveitar.

“Estamos muito felizes de poder estar aqui neste espaço, mostrando nossos produtos, comercializando e levando para casa não só a renda do dia, mas a satisfação de fazer parte deste momento. Nós agradecemos ao prefeito David Almeida, pela oportunidade, e à Semacc, pelo apoio que sempre nos tem dado”, finalizou a produtora.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *