Pressionado Frota desiste da equipe de transição de Lula

O deputado federal Alexandre Frota (PROS-SP) não integra mais a equipe de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Frota anunciou a decisão nas redes sociais na noite desta quinta-feira (24).

“Fala pessoal, tenho visto os ataques covardes e preconceituosos que eu tenho recebido por ter sido convidado para a transição na Cultura, ataques inclusive a minha família vem de uma ala da esquerda sapatênis do Leblon.

O Preconceito está na Transição que fala em um País Plural”, escreveu o deputado no Twitter.

Frota, que já foi apoiador do presidente Jair Bolsonaro em 2018, foi rejeitado pela classe cultural que reagiu com indignação.

“O preconceito está na cabeça deles que falam da diversidade, de oportunidades pra todos, de respeito às diferenças, sem julgamentos (não é bem assim). Como estou de boa e não quero problemas, vou ficar com minha família e declinar do convite. Obrigado”, afirmou Frota.

O anúncio veio após artistas como Chico Buarque, Marieta Severo, Daniela Mercury e Caetano Veloso escreverem e assinarem uma carta condenando sua nomeação e declarando insatisfação com a presença do deputado federal na equipe.

O ex-ator pornô e ex-bolsonarista iria integrar o grupo ligado à cultura ao lado de parlamentares, como os deputados federais Túlio Gadêlha (Rede-PE), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Marcelo Calero (PSD-RJ), também ex-ministro da Cultura, e Benedita da Silva (PT-RJ).

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *