Portal Você Online

Procurado em Manaus, cantor suspeito de estuprar criança se entrega a polícia

O cantor Keven Fernandes da Silva, 19 anos, que estava foragido desde o dia 21 de fevereiro, foi preso ao se apresentar na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente, na manhã desta sexta-feira (1º). Ele era procurado pela Polícia Civil em cumprimento a mandado de prisão por suspeita de estupro contra uma criança de 12 anos.

A delegada Joyce Coelho disse que ele foi à delegacia acompanhado por advogados. Segundo ela, Keven admitiu que teve relações sexuais com a vítima, mas alega que não sabia a idade dela. Keven relatou também que conhecia a família da menina.

O carro que ele usou para pegar a adolescente em casa no dia do crime também foi apresentado e passará por perícia.

Advertisement

Joyce disse que o cantor passou por exame de corpo de delito no o IML (Instituto Médico Legal) e ainda nesta sexta irá para audiência de custódia.

Relembre o caso

Keven foi denunciado pela mãe da vítima, que afirmou que a filha conheceu o cantor através das redes sociais, e que no dia 10 de janeiro, o suspeito saiu de um show e passou na casa da garota por volta das 5h.

“Pegou minha filha na minha casa e levou pra frente de uma escola. Depois de uma hora ele voltou para deixar ela”, disse a mãe, afirmando ainda, que descobriu a situação após ver nas câmeras de segurança da casa.

Afastado pela banda

Em fevereiro, logo após ser decretado foragido a banda de forró ‘Na Revoada’ usou as redes sociais disse que em respeito aos fãs e seguidores, afastou temporário do cantor enquanto aguardam a decisão da Justiça do Amazonas.

O texto destaca o compromisso em prestar todo o apoio necessário para esclarecer os fatos, por meio de sua equipe jurídica.”

“Em respeito a todos os fãs e seguidores, a banda NA REVOADA em resposta aos últimos acontecimentos envolvendo um dos integrantes da banda, vem por meio desta comunicar que o Sr. Kevim Santos está temporariamente afastado até que a situação seja esclarecida de fato”, diz o comunicado.

A banda ainda pede que cesse qualquer tipo de ataque, ameaça, acusação ou insinuação em relação aos integrantes, destacando que são “homens e mulheres de bem”. O pronunciamento encerra-se com a garantia de cooperação com as autoridades para esclarecer os acontecimentos e preservar a integridade do grupo.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *