Portal Você Online

Projeto ensina flauta doce para alunos da rede pública

O projeto “Flauta doce na Escola Municipal Izabel Angarita”, localizada no bairro Japiim, zona sul de Manaus, é mais um estudo apoiado pelo governo do Amazonas, por meio do Programa Ciência na Escola (PCE), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Coordenado pela professora Simone da Silva Samias, a ação envolveu alunos do Ensino Fundamental I, sob o contexto da Língua Portuguesa, através da coordenação motora fina ao tocar a flauta, leitura e interpretação nas pesquisas bibliográficas e da Matemática, por meio de atividades para relacionar figuras musicais com o tempo e o uso de divisão e frações.

De acordo com Simone Samias, o ensino da flauta doce na escola pode conduzir avanços aos alunos na apropriação dos conceitos musicais, bem como na aprendizagem do instrumento, no sentido de valorizar a Música Popular Amazonense, através do uso do instrumento.

Advertisement

Com o projeto, os alunos acompanharam a leitura e escrita da música através do uso de partituras musicais, trabalharam com atividades para o desenvolvimento da percepção rítmica e melódica, aprimorando a coordenação motora fina ao tocar a flauta-doce.

“Com o ensino de flauta doce na escola, os estudantes aprenderam a tocar um instrumento, que servirá como base aos demais instrumentos musicais, como saxofone, clarinete e outros. Conseguiu-se também a apreensão de repertório de diversos períodos e estilos musicais para a prática dos alunos”, como pontuou a coordenadora.

Além disso, os participantes trabalharam com as variações da intensidade sonora na produção de sons suaves e fortes, desenhando a dinâmica musical que aprimora, gradualmente, a estética musical, sendo, ao mesmo tempo, parceiros na prática musical em conjunto.

Impactos

Simone enfatizou, ainda, que a pesquisa levou os envolvidos a dialogar com outras pesquisas e outros trabalhos já publicados sobre a temática do projeto. “Houve a consolidação da pesquisa científica na nossa escola, observou-se que os alunos adquiriram autonomia, o protagonismo, a colaboração, o desafio de conhecer o novo e o compartilhamento de saberes”, disse ela, observando que o projeto proporcionou o ensino de música através da flauta doce de forma gratuita para os alunos, não havendo necessidade dos mesmos terem que arcar com os custos para aprender a tocar o instrumento.

A professora destacou que a pesquisa proporcionou, também, diálogo multidisciplinar de alcance social, fazendo com que os alunos apreendessem a lidar com a diversidade que se faz presente no contexto educativo e espaços sociais, refletindo na formação de cidadãos críticos e participativos em suas vidas, destacando que o apoio da Fapeam foi imprescindível nesse processo.

“A Fapeam é de fundamental importância a nós, educadores, que temos o intuito de tornar os alunos protagonistas e interativos, de contribuir socialmente com o desenvolvimento desse público, expandindo conhecimento para além da sala de aula e instruindo para a vida cotidiana e até profissional”, finalizou.

Ciência na Escola

O Programa Ciência na Escola é uma ação criada pela Fapeam, direcionada à participação de professores e estudantes de escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus, em projetos de pesquisa científica e de inovação tecnológica, que sejam desenvolvidos nas escolas.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *