Portal Você Online

Ministro dos Transportes garante a governador Wilson Lima que recuperação da BR-174 começa em junho

O governador do Amazonas, Wilson Lima, recebeu, nesta quarta-feira (17), a garantia do ministro dos Transportes, Renan Filho, de que as obras para a recuperação da BR-174 (Manaus-Boa Vista) começam no próximo mês.

Advertisement

Wilson Lima se reuniu com o ministro para tratar da necessidade urgente de recuperação dessa rodovia e também do avanço das obras na BR-319, inclusive para reconstrução de pontes.

“Essas obras são importantes e decisivas para o estado do Amazonas: a BR-319, com a ligação do estado do Amazonas com o restante do Brasil, e a BR-174 que faz a ligação entre o estado do Amazonas e o estado de Roraima”, destacou.

Advertisement

Com relação à BR-174, Wilson Lima disse que o Ministério dos Transportes informou já ter contratado, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), os serviços de recuperação de toda a rodovia.

“O Dnit já começou, de acordo com o ministro, a mobilização de máquinas e também a montagem de usina asfáltica para que essa recuperação comece daqui a 30 dias”, detalhou o governador.

As obras na BR-319, segundo informações do Ministério dos Transportes, devem ser retomadas no período do verão amazônico, com trabalhos concentrados no Lote C (que contempla 52 km).

O governador disse, ainda, que há um compromisso do governo federal para iniciar em julho as obras de recuperação da ponte do Curuçá e, em agosto, a do Autaz Mirim, estruturas na BR-319 que desabaram em setembro e outubro de 2022, respectivamente.

Portos

Wilson Lima também informou que o ministro Renan Filho se comprometeu em entregar, nos próximos dias, os portos do município de Envira (a 1.216 km de Manaus) e também de Parintins (a 369 km da capital), esse último pronto para receber os visitantes que irão ao Festival Folclórico de Parintins deste ano.

As melhorias integram as Instalações Portuárias Públicas de Pequeno Porte – IP4, coordenadas pelo Dnit, órgão ligado ao Ministério dos Transportes.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *