Reta final: Caprichoso e Garantido fazem últimos ajustes para Festival Folclórico

Alegorias dos bumbás já estão sendo transportadas para a concentração do Bumbódromo

A dois dias da primeira apresentação no 55º Festival Folclórico de Parintins, Caprichoso e Garantido entraram na fase final dos preparativos para o espetáculo. Na manhã desta quarta-feira (22), parte das alegorias dos bumbás já ocupava a área da Praça dos Bois, que fica próximo à concentração do Bumbódromo.

Cada boi conta com cerca de 200 homens que fazem o transporte das alegorias dos galpões para as imediações do Bumbódromo.

O boi Garantido, primeiro a se apresentar na noite de sexta-feira (24), já tem quase 100% dos módulos na área da concentração.

O Caprichoso, que iniciou a locomoção das alegorias nesta terça-feira, é o segundo bumbá a se apresentar, na noite de abertura do festival.

Para colocar os bois na arena em 2022, depois de dois anos sem a realização da festa por conta da pandemia de Covid-19, os bois receberam aporte histórico do Governo do Amazonas. Foram repassados R$ 10 milhões, sendo R$ 5 milhões para cada agremiação.

Ajustes – Para afinar detalhes das apresentações, os bois realizam, nesta terça e quarta-feira (21 e 22), passagens de som abertas ao público, com acesso gratuito.

A primeira passagem de som acontece na terça-feira (21), com o boi-bumbá Caprichoso. Os portões da entrada da galera azulada vão ser abertos às 18h, e a passagem de som, com as toadas das três noites do festival, inicia às 20h.

A passagem de som do Garantido acontece na quinta-feira (22), às 20h, com entrada pelo portão da galera vermelha e branca. Os levantadores de toada, os músicos e todos os itens oficiais da agremiação vão entrar na arena.

Acesso de crianças – A Secretaria de Cultura e Economia Criativa orienta ainda sobre a proibição de crianças menores de 10 anos, inclusive na passagem de som.

Conforme a portaria emitida pelo juiz Lucas Couto, responsável pela área da Infância e Juventude na Comarca de Parintins, no final de março, fica proibido o ingresso de crianças com menos de 10 anos de idade nas áreas destinadas às galeras – como são denominadas as torcidas das duas agremiações –, mesmo acompanhadas dos pais ou responsáveis.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *