Varíola dos macacos: paciente com a doença morre no Amazonas

Paciente imunossuprimido morre após ser infectado pela varíola dos macacos, em Parintins – 350 km de Manaus. Ele apresentou febre, fraqueza e erupção cutânea que são sintomas da doença na face, nos membros superiores e inferiores. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou a morte na tarde deste sábado (27) como sendo do primeiro caso de Monkeypox no município. 

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde do Estado (FVS-AM) em Manaus, o paciente estava infectado, mas morrreu em decorrência de outra doença.

Ainda segundo a FVS, na capital do estado já foram registrados 18 registros da doença. Os três últimos foram confirmados na última sexta-feira (26). O órgão informou que 95% dos casos da doença no Amazonas são em homens.

O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS PIN) da Coordenação de Vigilância em Saúde de Parintins confirmou que o caso foi notificado no dia 12 de agosto, mas a confirmação para Monkeypox só veio no dia 18 de agosto.

Com o agravamento do quadro, o paciente chegou a transferido para Manaus e internado na Fundação de Medicina Tropical Doutor Vieira Dourado com quadro clínico de doença pulmonar e lesões cutâneas.

Durante internação o diagnóstico de MonkeyPox deu positivo, mas, de acordo com a FVS, a a morte provocada por problemas de saúde pré-existentes no paciente, que não teve seu nome revelado pela instituição.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *