Portal Você Online

Veja detalhes da reforma do novo Pacaembu

CEO da Allegra Pacaembu contou detalhes da utilização do complexo esportivo do estádio.Projeto de reforma do estádio Mercado Livre Arena Pacaembu

Eduardo Barella, CEO da Allegra Pacaembu, concessionária responsável pela administração do Complexo Pacaembu, falou com exclusividade ao programa sobre os projetos para utilização do estádio, além dos jogos de futebol.

“É importante frisar que o futebol sempre foi a estrela principal e pretende continuar sendo. O que tem acontecido cada vez mais é que esse uso do campo tem sido aumentado. Até por isso muitas vezes a troca da grama natural pela grama sintética, porque de fato os shows têm um papel significativo em termos de receita”, contou Eduardo Barella.

Além do futebol

No dia 19 de abril, o cantor Roberto Carlos irá realizar o primeiro show no Mercado Livre Arena Pacaembu, como passou a ser chamado o estádio após a venda dos naming rights para o Mercado Livre por R$ 1 bilhão.

Advertisement

A apresentação será no centro de convenção de eventos, chamado Mercado Pago Hall, que tem capacidade para 8,5 mil pessoas. O show terá público reduzido, com a presença de 4 mil pessoas.

Um dos principais pontos da reforma do estádio é o foco na realização de eventos e shows, ampliando a utilização do complexo. Segundo Eduardo, a capacidade do estádio para dias de jogos será de 26 mil pessoas.

Em dias de shows, o campo poderá comportar até 40 mil pessoas. Com a utilização inteira do complexo e de outras áreas de apoio, a capacidade pode chegar A 50 mil pessoas.

“Nós temos fechado um contrato de 10 anos para realização de 80 shows por ano. É mais de um show por semana, com um grupo de entretenimento brasileiro, um grupo de investimento que estamos fechados”, explicou o CEO da Allegra.

Hotel operado pela Universal Music

O Mercado Livre Arena Pacaembu terá um hotel de luxo operado pela Universal Music, a maior empresa de música no mundo. Esse será o segundo hotel da empresa, sendo o primeiro inaugurado no ano passado, em Madrid, na Espanha. A construção do hotel terá um investimento de R$ 100 milhões da UMusic Hotels.

“É uma nova vertical do grupo, então além da operação do hotel, eles também vão trazer ativações pro hotel, lançamento de singles, coletivas de imprensa e shows. Então existe todo um ecossistema de ocupação desse negócio”, afirmou Eduardo.

Após testes e estudos realizados pela Allegra, foi decidido que o palco principal dos shows será virado para os camarotes (serão 25 no total) e para o hotel (que contará com 87 quartos). Além da hospitalidade e do valor pago pelo público, Eduardo explica que a posição do palco traz a melhor acústica para o bairro.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *