Portal Você Online

Veja quem planejava crimes e comandava adolescentes nos assaltos a motoristas de app em Manaus

Pedro da Silva Anaquiri, 18, conhecido como ‘Doce’, foi preso nesta terça-feira (28), suspeito de integrar uma quadrilha especializada em roubos a motoristas de aplicativo,. Ele foi apontado como o autor intelectual da organização.

Advertisement

Outros três adolescentes, que integram o grupo, também foram apreendidos. O suspeito foi apresentado pela polícia nesta quarta-feira (1º).

A prisão ocorreu na Avenida Noel Nutels, bairro Cidade Nova, na zona norte de Manaus.

Advertisement

Conforme o delegado Cícero Túlio, titular do 13° Distrito Integrado de Polícia (DIP), as investigações apontaram que o grupo criminoso solicita corridas via aplicativo e no decorrer do trajeto realiza os roubos, levando pertences pessoais das vítimas, como aparelhos celulares, eletrônicos e dinheiro em espécie.

“Ele é o líder do grupo, eles utilizam cadastro de familiares nos aplicativos para solicitar as corridas e no trajeto realizam os roubos”, disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, no dia 26 de dezembro de 2022, no bairro Cidade de Deus, zona norte da capital, Pedro juntamente com outros comparsas solicitaram uma corrida através do cadastro na plataforma de uma menor que era namorada de outro adolescente da quadrilha. 

Eles entraram no carro anunciando o assalto e, durante a ação, esfaquearam o motorista, que ficou gravemente ferido e foi hospitalizado.

“Para pedir o carro de aplicativo eles usaram o cadastro da namorada de um dos menores. Ela foi identificada e prestou depoimento. Ela tinha conhecimento que o namorado era induzido ao crime, mas não sabia que ele ia realizar os assaltos” disse.

Cicero Túlio informou, ainda, que durante o mês de janeiro, os três adolescentes, que integram o grupo, foram apreendidos pelas equipes de investigação do 13° DIP e encaminhados à delegacia para os trâmites cabíveis.

As investigações da polícia já identificaram também outras duas vítimas da quadrilha.

O mandado de prisão preventiva de Pedro foi decretado pela Central de Inquéritos Policiais da Comarca de Manaus.

Pedro responderá por latrocínio tentado, associação criminosa e corrupção de menores, será encaminhado a Audiência de custódia e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *