Portal Você Online

Vídeo: mulher é expulsa de voo e passageiros acusam Gol de racismo

Uma mulher negra, identificada como Samantha, foi retirada de voo da Gol na madrugada deste sábado (29). O voo fazia o trecho Salvador-São Paulo.

Testemunhas que acompanharam o caso de dentro da aeronave alegam que houve racismo por parte dos funcionários da companhia e dos agentes federais designados para retirarem a passageira.

No vídeo divulgado pela jornalista Elaine Hazin, a passageira reclama que os funcionários da Gol não a ajudaram a conseguir lugar para sua mochila que continha um aparelho eletrônico frágil. Segundo ela, a única sugestão dada para a situação foi o despacho da bagagem de mão como carga.

Advertisement

“Se eu despachasse meu laptop, ele ficaria em pedaços. Os comissários não moveram um dedo para me ajudar”, disse.

Culpada pelo atraso


No vídeo, Samantha fala que com ajuda de outros passageiros resolveu o caso em alguns minutos. A passageira diz que seria culpada pelo atraso ou desvio de rota da aeronave por sua culpa, segundo o que teria ouvido dos comissários. “A culpa (do desvio) não seria por conta do voo estar atrasado mais de duas horas. A culpa seria minha, vocês acreditam?”, questiona com ironia.

Passageiros se manifestam

Quando Samantha fala sobre os três agentes designados a retirá-la do voo, pode-se ouvir de outras pessoas presentes, palavras como “absurdo” e “racismo”.

Segundo a passageira, sua retirada estava sendo feita sem motivo, ao que é respondida por um dos agentes que fala que Samantha está faltando com a verdade.

“Estou lhe tirando da aeronave por determinação do comandante” diz o agente que parte para em direção a reclamante. O vídeo encerra com a passageira perguntando “O senhor vai me violentar?”, questionou a passageira.

Até o fechamento desta matéria ainda não havia nenhum posicionamento da Gol sobre o episódio.

Fonte: Uol

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *