“Zé Trovão”: PF acha caminhoneiro no México que deve ser preso; vídeo

Ele havia saído do Brasil no dia 27 de agosto, antes mesmo de a prisão ter sido determinada pelo ministro Alexandre de Moraes.

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira, conhecido como “Zé Trovão”, foi localizado pela Polícia Federal em um hotel no México nesta quinta-feira (9). “Zé Trovão” havia saído do Brasil no dia 27 de agosto, antes mesmo de a prisão ter sido determinada, e estava foragido desde então.

O caminhoneiro gravou um vídeo nesta quinta dizendo que foi localizado pela embaixada do Brasil no México e agora avalia se irá se entregar ou não.

Os dias que antecederam os protestos de 7 de setembro e a atual manifestação dos caminhoneiros pelo país projetaram a figura do youtuber paulista Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão, um dos assuntos mais comentados do Twitter brasileiro nesta quinta-feira (9).

Vídeos de Zé Trovão convocando bolsonaristas a irem às manifestações do Dia da Independência e depois a pararem as estradas do país começaram a circular desde o fim de agosto em grupos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. 

Zé Trovão aparece quase sempre sozinho, com uma bandeira do Brasil e em cenários que não permitem identificar sua localização, afinal está foragido desde que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou sua prisão na última sexta-feira (3).

O inquérito que motivou a prisão investiga ameaças à democracia em atos violentos que estavam sendo organizados para 7 de setembro. Também por determinação do STF, ele está proibido de se aproximar da Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Também por determinação do STF, ele está proibido de se aproximar da Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Zé Trovão se popularizou como um suposto líder dos caminhoneiros ao insuflar atos contra os ministros do STF. Segundo uma de suas postagens em redes sociais, os manifestantes só deixariam Brasília após todos os ministros do Supremo serem retirados.

Ele também defendia que os manifestantes entregassem vários pedidos de impeachment dos integrantes do tribunal.

O apoiador do presidente Jair Bolsonaro teria um site, o Portal Brasil Livre, que está fora do ar, mas ficou conhecido com postagens na página do Youtube Zé Trovão, a Voz das Estradas, desativado.

A página no Youtube prometia “notícias reais sobre estradas e política”. No sábado (4), em outra de suas gravações, o youtuber paulista que morava em Joinville (SC) até fugir da Justiça afirmou que estaria na manifestação do dia 7 na Avenida Paulista, em São Paulo. No vídeo, ele desafiava Alexandre de Moraes a ir buscá-lo.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *