Assediador de amigas de Joana Darc é solto com fiança de R$ 12 mil em Manaus

Após ter sido preso em flagrante por importunação sexual na noite de terça-feira (22), o empresário Adalberto Simão Ariano Júnior, de 40 anos, ganhou liberdade provisória nesta quarta-feira (23), após pagar fiança de R$ 12 mil reais em Manaus.

Segundo informações da Polícia, a audiência de custódia do suspeito foi conduzida pela juíza plantonista Margareth Rose Cruz Hoagen e acompanhada pelo representante do Ministério Público, Mário Ypiranga Monteiro Neto, que arbitrou pela liberdade provisória e pela fiança de 10 salários mínimos, calculados em R$ 12 mil reais.

O empresário havia sido preso em flagrante de acordo com o  Art. 215-A do Código Penal, por praticar ato libidinoso contra alguém e sem a sua anuência com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro.

Além o pagamento de fiança de R$ 12 mil reais, o acusado terá de participar do projeto ‘Reeducar’ no dia 12 de dezembro, no Fórum Cível Des. Euza Maria Naice de Vasconcelos, localizado na Rua Paraíba. A participação no curso também está atribuído como “punição” ao ato cometido.

De acordo com a decisão, ele não poderá ser aproximar das vítimas e nem manter contato com as mesmas por telefone, e-mail, correspondência, redes sociais.

Alem disso, o suspeito também não poderá sair de Manaus por mais de oito dias e nem mudar de endereço sem prévia comunicação à justiça.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *