Dólar Hoje

Carnaval: governo cancela desfile das escolas de samba no Sambódromo

Carnaval de Manaus – Wikipédia, a enciclopédia livre

O Comitê Intersetorial de Enfrentamento da Covid-19 do governo do Amazonas, em reunião na noite de ontem (14), decidiu cancelar o desfile das escolas de samba no Sambódromo de Manaus. O Estado deve organizar uma live, como às realizadas para o Festival de Parintins dos anos de 2020 e 2021. Na reunião, também ficou definido o adiantamento do início das aulas na rede pública.

“O desfile das escolas de samba está cancelado. Nós estamos cancelando com as escolas de samba para fazermos outra modalidade, lives. Outras alternativas para garantir o repasse de recursos para esses profissionais, aquelas pessoas que dependem da arte e da movimentação desses recursos nessa época do ano, da renda do Carnaval”, informou o governador Wilson Lima.

Em contrapartida, segundo o governador, as escolas cederão as quadras das escolas de samba para servirem de postos de vacinação para o Estado e Prefeitura de Manaus realizarem ações para aumentar a cobertura vacinal contra a Covid-19.

Decreto

As medidas já estabelecidas no decreto anterior continuarão valendo, como a restrição para grandes eventos e autorização apenas para eventos sociais de caráter privado, sem a venda de ingressos, como casamentos, aniversários, formaturas, limitados a 50% da capacidade do local e ao máximo de 200 pessoas.

Em caso de descumprimento do decreto, está prevista multa no valor de R$ 50 mil, podendo chegar até R$ 500 mil. A Central Integrada de Fiscalização (CIF), coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), intensificou as fiscalizações das medidas estabelecidas em decreto.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *