De virada Seleção vence República Tcheca e desencanta

Firmino e Gabriel Jesus, duas vezes, marcaram os gols do Brasil .

Em um jogo com dois tempos distintos, o Brasil venceu a República Tcheca de virada por 3 a 1, em amistoso disputado na Eden Arena, estádio do Slavia Praga, em Praga, naquele que foi o último teste antes da Copa América. Firmino e Gabriel Jesus (2) marcaram os gols brasileiros.

Vindo de um empate em 1 a 1 contra o fraco Panamá, a Seleção entrou em campo pressionada. E a má atuação do jogo anterior se repetiu no primeiro tempo, que acabou 1 a 0 para os donos da casa. No intervalo, Tite mexeu no time, que voltou com outra atitude para a segunda etapa e conseguiu a virada.

Tite manteve a linha ofensiva com Philippe Coutinho, Paquetá, Firmino e Richarlison. Bastante criticado nos últimos dias, Coutinho foi bancado pelo treinador entre os titulares. Já no setor defensivo, praticamente todos os jogadores mudaram. Alisson, Danilo, Marquinhos e Thiago Silva começaram jogando. Allan entrou no lugar de Arthur e apenas Casemiro foi mantido. 

Coutinho entrou em campo determinado a justificar sua escalação, mas ficou apenas na vontade. Na primeira etapa, a Seleção foi mal na frente, e pior ainda atrás. Nos 45 minutos iniciais, a República Tcheca se aproveitou dos erros na saída de bola do Brasil e transformou sua superioridade do campo em vantagem no placar. 

 Aos 21 minutos, Marquinhos cometeu falta em Schick na entrada da área brasileira. Na cobrança, o próprio Schick — à la Ronaldinho — chutou por baixo da barreira e obrigou Alisson a fazer uma grande defesa. Aos 35, Novak arriscou de fora da área e, novamente, o goleiro defendeu no meio do gol. Um minuto depois, Allan desviou uma tentativa de passe, a bola passou entre as pernas de Marquinhos e sobrou para Pavelka, que chutou rasteiro, de fora da área, e mandou para o fundo das redes. No primeiro tempo: 1 a 0 para a República Tcheca.

Everton voltou do intervalo no lugar de Lucas Paquetá. E não demorou para a troca dar resultado. Em sua primeira participação, o atacante gremista driblou dois defensores em velocidade e cruzou, mas a zaga conseguiu afastar. No lance seguinte,  Firmino se aproveitou de recuo errado de Selassie e, em velocidade, dominou e deixou tudo igual no placar. 

Aos 15, Coutinho arriscou de fora da área e Pavlenka espalmou pela linha de fundo. Logo depois, David Neres entrou no lugar de Richarlison, que teve uma atuação apagada. Aos 19, Everton partiu para cima da marcação, invadiu a área, adiantou demais e pediu pênalti após sofrer contato com Kudela, mas o árbitro deixou o jogo seguir. 

Para tentar a virada nos 15 minutos finais, Tite promoveu as entradas de Arthur e Gabriel Jesus nas vagas de Casemiro e Phillipe Coutinho. E, mais uma vez, as mudanças melhoraram o time. Aos 31, Gabriel Jesus achou David Neres, que tabelou com Arthur e saiu na cara do gol, mas chutou em cima do goleiro e perdeu uma grande chance.

O gol da virada demorou, mas saiu aos 37 minutos. Depois de receber um lançamento perfeito de Arthur, David Neres cruzou rasteiro para Gabriel Jesus, que finalizou de primeira e virou o jogo.  

Aos 44 minutos, outra jogada de David Neres e mais um de Jesus. David Neres entrou na área e, de calcanhar, encontrou para Allan. O meia rolou para Gabriel Jesus, que finalizou duas vezes para marcar o terceiro do Brasil e fechar o placar.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *