Ipaam altera Portaria que beneficia produção de alimentos sustentáveis

A criação de animais de pequeno e grande porte sofrerá alterações no Amazonas. O Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) revisou e modificou o anexo da Portaria/IPAAM/P/Nº88/2020, que regula o assunto, com o objetivo de fortalecer o setor produtivo local, beneficiando pequenos e médios produtores rurais do estado.

Antes da revisão da Portaria, era permitida a criação de 15 unidades animais para cada 30 hectares de propriedade. Com a alteração, esse número passa a ser de 50 unidades animais para cada 30 hectares.

A mudança também torna o processo de licenciamento para pequenos e médios produtores rurais mais célere, permitindo que tenham acesso facilitado ao Crédito Rural e outros programas de fortalecimento do setor, desenvolvidos pelo Governo do Amazonas.

A mudança é resultado de diálogos entre a Federação de Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea), a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Ipaam, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) e Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror).

O diretor-presidente do Ipaam, Juliano Valente, salientou que a medida beneficia o setor agropecuarista amazonense de pequeno e médio porte.

O titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, também comentou a iniciativa do governo. “Importante destacar que este ato administrativo vem após muitas discussões técnicas, e era aguardado há muito pelo setor produtivo.

Aponta novos horizontes para sistemas de produção pecuária sustentável, intensiva, rotacionado e integrado com a floresta, gerando mais empregos e renda no interior”, disse Petrucio.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *