Portal Você Online

Narcóticos desarticula laboratório de droga e apreende cocaína avaliada em R$ 3,7 milhões em Manaus

 Seis homens que integram uma organização criminosa foram presos. Policias estavam de campana em um endereço onde conseguiram flagrar toda a movimentação do tráfico de drogas

Advertisement

Advertisement

Um laboratório de processamento de drogas foi desarticulado por policiais civis do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) na tarde dessa quinta-feira (6). Mais de 50 quilos de cocaína foram apreendidos e seis criminosos presos.

A ação policial, coordenada pelo delegado Rodrigo Torres, ocorreu por volta das 16h, no conjunto Osvaldo Frota, no bairro Cidade Nova, e no Planalto, nas zonas norte e centro-oeste de Manaus.

A droga apreendida foi avaliada em R$ 3,7 milhões e os seis criminosos integravam uma organização criminosa. Entre eles está um cabo da Polícia Militar que tinha a função de motorista do grupo para fazer a entrega da droga na cidade.

De acordo com o delegado Rodrigo Torres, diretor do Denarc, as equipes policiais estavam de campana na frente de um dos endereços onde conseguiram flagrar toda a movimentação dos criminosos.

Droga apreendida pela polícia (Foto: Divulgação)

 Os presos foram identificados como Eduardo Nunes Lima, o professor Enio Gilberto Haiden Mendonça, Heber Nascimento, José Carlos Souza Oliveira, Wellington Costa dos Reis e o cabo da Polícia Militar Ademir Gonçalves Barroso Júnior.

De acordo com informações da polícia, o laboratório funcionava em uma casa e o no local  foram encontrados equipamentos onde os criminosos acrescentavam produtos na cocaína, para aumentar a quantidade do produto que era entregue aos distribuidores no varejo. 

Com esses produtos, um quilo de cocaína era transformado em dois. Os mesmos o eram prensados, embalados com marcas que serviam para identificar a origem e o destinatário do produto. 

Mais informações serão repassadas durante a coletiva de imprensa que acontece logo mais na Delegacia Geral.

Advertisement

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *