Portal Você Online

Polícia não encontra explosivos na Embaixada da Rússia em Brasília

A Polícia Militar do Distrito Federal foi acionada para atender a uma ocorrência de suspeita de artefato explosivo na Embaixada da Rússia, na manhã desta segunda-feira (8). A suspeita surgiu após um telefonema anônimo à embaixada, de alguém que dizia ser ucraniano e conversava em russo. A denúncia era de que havia 2 toneladas de explosivos no túnel de acesso ao prédio.

Mobilizados, policiais militares e federais, além de bombeiros, concentraram-se na região do prédio, na Quadra 801 do Setor de Embaixadas Sul, até por volta das 12h50. No entanto, não encontraram itens suspeitos.

Em ao menos outras duas ocasiões, a representação diplomática do país em Brasília registrou casos de suspeita de bomba. Em 14 de julho de 2022, um vigilante da embaixada havia recebido uma ligação com alerta sobre o risco de explosão e uma encomenda suspeita entregue pelos Correios no endereço.

Advertisement

O esquadrão antibombas examinou o pacote, levou-o para um local seguro e detonou o artefato. Posteriormente, não foi divulgado se o objeto se tratava, de fato, de um explosivo.

Dois anos antes, em 1º de junho de 2020, outra suspeita de explosivo no prédio mobilizou o Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Federal. Contudo, após inspeção minuciosa, as equipes descartaram a presença de qualquer artefato do tipo na representação internacional.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *