Prefeitura e Águas de Manaus abrem 2 mil vagas gratuitas para capacitar empreendedores

Para incentivar a geração de renda na cidade, a Prefeitura de Manaus, por meio das Secretarias Municipais do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), em parceria com a concessionária Águas de Manaus, lança nesta sexta-feira, (20), o projeto “Negócio Cultural”, que ofertará 2 mil vagas gratuitas de capacitação para microempreendedores, pequenos produtores locais e jovens a partir dos 15 anos de idade.

As inscrições gratuitas podem ser feitas até o dia (30), por meio do site https://negociocultural.com.br. As aulas estão previstas para começar na primeira quinzena de junho e acontecerão de forma on-line, através de aulas via Youtube.

Entre os assuntos abordados, estão dicas para gestão financeira, de recursos humanos, marketing digital, ferramentas de otimização de vendas e conceitos sustentáveis que podem ser aplicados pelos participantes. Os alunos também terão à disposição uma plataforma temática, que vai possibilitar o aprofundamento nos temas.

Além de facilitar o caminho de quem já possui ou deseja abrir um negócio próprio, o programa tem o objetivo de conscientizar os participantes sobre a importância de se ter um empreendimento voltado para a sustentabilidade.

“Manaus tem uma cultura empreendedora muito forte, por isso a gestão do prefeito David Almeida apoia projetos que ajudam a população. É uma oportunidade de qualificação profissional e de capacitação gratuita”, destacou o titular da Semtepi, Radyr Júnior.

O “Negócio Cultural” é um dos maiores programas privados gratuitos do Brasil e vai impactar, diretamente, cerca de 2 mil pessoas somente em Manaus. Trata-se de uma ação com apoio da Secretaria Especial da Cultura, patrocinada pela Aegea Saneamento, por meio do Instituto Aegea, pela concessionária Águas de Manaus, e realizada pela Ecotransforma Produções e NTICS Projetos.

O programa irá trabalhar quatro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), que são: Trabalho decente e crescimento econômico (8), Indústria, inovação e infraestrutura (9), Redução das desigualdades (10) e Consumo e produção responsáveis (12).

Mentoria Gratuita

Para acompanhar o desenvolvimento das ideias que vão surgir durante o projeto, uma equipe do “Negócio Cultural” ficará à disposição dos participantes para uma mentoria individualizada, após o final das oficinas. O objetivo é tirar dúvidas e auxiliar os participantes na aplicação do conteúdo ministrado. Além disso, todos recebem certificado de conclusão do curso de 40 horas.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *