BR-319: Quem são as vítimas fatais da queda de ponte

O motorista Marcos Rodrigues Feitosa, de 39 anos, a servidora pública aposentada, Maria Viana Carneiro, de 66, e Rômulo Augusto Pereira, de 36 anos, são as três vítimas fatais do desabamento de uma ponte no km 25 da BR-319, no município do Careiro, no interior do Amazonas.

A primeira vítima identificada foi Maria Viana Cordeiro, de 66 anos, servidora aposentada da Prefeitura de Manaus. Maria trabalhava na Casa Civil da administração municipal. Em nota, o prefeito de Manaus, David Almeida, lamentou a morte da ex-servidora.

A segunda vítima identificada foi o motorista Marcos Rodrigues Feitosa, de 39 anos. Segundo a esposa dele, Rainelma Gama, ele fazia o trajeto de uma a três vezes por semana e trabalhava para uma empresa de distribuição de alimentos.

A terceira vítima é o dentista Rômulo Augusto de Moraes Pereira. Segundo informações preliminares, Rômulo estava observando o momento em que um caminhão estava parando na ponte realizando um protesto, quando a estrutura desmoronou. O profissional atuava em Autazes e estava retornando a Manaus, no momento do acidente.

Conforme os bombeiros, pelo menos, 15 pessoas continuam desaparecidas. Três pessoas morreram e os corpos foram encontrados minutos após a tragédia.

Doze veículos afundaram nas águas do rio Curuçá. Outras 14 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para hospitais de Manaus e do Careiro.

Buscas

As buscas pelos desaparecidos foram retomadas por volta de 6h. Uma equipe de 40 homens do Corpo de Bombeiros está no local para tentar encontrar as vítimas da tragédia.

Equipamentos apropriados para buscas fluviais foram levados até o local do desabamento. Sete mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) estão atuando desde a manhã no resgate das vítimas submersas e que possivelmente estão presas em ferragens de veículos.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *