Portal Você Online

“Lula presta um desserviço à democracia”, diz Juan Guaidó

Por que Juan Guaidó vive um de seus piores momentos desde que se proclamou  presidente da Venezuela - BBC News Brasil

O líder da oposição na Venezuela e reconhecido por dezenas de países como o representante oficial venezuelano como presidente interino, Juan Guaidó, criticou declarações do presidente brasileiro, Lula da Silva, que retomou relações com o regime de Nicolás Maduro.

Em entrevista à coluna de Malu Gaspar, do Jornal O Globo, Guaidó afirmou que o petista presta grande desserviço à democracia por não se contrapor a Maduro.

Durante viagem à Argentina, Lula chamou de “abominável” o reconhecimento de Guaidó como presidente interino por parte da comunidade internacional, em 2019.

Guaidó ressaltou que “há uma sistemática violação de direitos humanos na Venezuela denunciada no Tribunal Penal Internacional”.

“Sem dúvida o Brasil é uma potência no continente e no mundo. A posição do país a respeito da democracia é muito importante, não em relação a mim ou ao Maduro. Há uma sistemática violação de direitos humanos na Venezuela denunciada no Tribunal Penal Internacional, nos informes da comissão criada por Michelle Bachelet [ex-presidente do Chile e Alta Comissária da ONU para direitos humanos], além de relatórios independentes produzidos no próprio país”, afirmou Guaidó.

Ainda segundo ele, falar de democracia é falar de eleições livres: “Se Lula quer defender a autodeterminação dos povos, é preciso tocar neste assunto. Me atacar para pôr panos quentes ou não mencionar o assunto não ajuda a democracia, nem o povo venezuelano. Lamentavelmente, esta ditadura impediu o crescimento econômico e provocou a crise migratória mais grave do planeta. O presidente Lula presta um grande desserviço à democracia ao não se posicionar frontalmente em defesa dos direitos humanos e, por consequência, da democracia”, declarou.

Críticas

Também por meio do Twitter, na última segunda-feira (23), Guaidó criticou Lula e ressaltou que não há democracia na Venezuela.

– É abominável que os professores ganhem $ 6/mês porque não há democracia na Venezuela e saquearam o país com as maiores reservas de petróleo do mundo, saqueando intimamente associado à Odebrecht. É hipócrita falar em democracia e não apontar para Maduro, por compartilhar ideologia ou questões econômicas.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *