Projetos industriais para o Amazonas irão gerar 1.441 vagas de emprego

Ao todo, 12 novas empresas irão se instalar na cidade. Os projetos estão divididos em diversificação de linhas de produção, um montante que chega a R$ 591 milhões, e atualização de cadeias produtivas, somando R$ 367 milhões. 

Na manhã desta quarta-feira (27), 41 projetos industriais  direcionados ao Polo Industrial de Manaus (PIM) foram aprovados em reunião do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam). Somados, os investimentos resultam em mais de R$ 1 bilhão para o setor industrial na capital.

Com isso, projeta-se 1.499 vagas disponíveis no mercado de trabalho para um período de três anos.

Componentes plásticos, equipamento multimídia para internet e carregadores de bateria para telefone celular sãos alguns dos produtos em destaques sãos alguns dos produtos em destaque na pauta da 178ª reunião do Codam. Os projetos de diversificação de linhas de produção já existentes chegam a R$ 591 milhões, enquanto os de atualização somam cerca de R$ 367 milhões.

O Codam é a instância responsável pela aplicação da política de incentivo fiscais do Estado. É composto por 18 conselheiros, entre os quais representantes de entidades de classe, como Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Prefeitura de Manaus, e órgãos de fomento e pesquisa, como Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM), Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado doAmazonas (Fapeam).

No última reunião do conselho no ano passado, foi estimado mão de obra de 6.709 vagas no mercado de trabalho projetados também para três anos, com destaque nos setores de eletroeletrônicos, duas rodas, produção de terminais de captura de dados e maquininhas para pagamento de crédito e débito.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *