Portal Você Online

Suframa avalia investimentos de R$ 481,9 milhões na última reunião deste ano

Reunião do Conselho da Suframa apresenta ainda um estudo com bioinsumos da Amazônia nesta quarta-feira

O Ministério da Economia e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) realizam, nesta quarta-feira (7), às 10h (horário de Brasília), a 307ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS). Na ocasião, serão avaliados 24 projetos industriais e de serviços, sendo 11 de implantação e 13 de atualização ou diversificação, que estimam investimentos totais de R$ 481,9 milhões e a geração de 644 novos empregos, bem como faturamento adicional de US$ 2,88 bilhões no Polo Industrial de Manaus (PIM) ao longo dos próximos três anos.

Além disso, o evento também terá como destaque de sua programação a apresentação, pelo representante da Diretoria de Supervisão e Controle do Ministério da Economia, Mário Morais, do estudo “Mapeamento de tecnologias desenvolvidas a partir de bioinsumos da Amazônia”.

O estudo, desenvolvido pelo Núcleo de Inteligência em Propriedade Industrial, criado por meio da Portaria SEPEC/ME nº 4426/21, surgiu da necessidade de conhecer as principais patentes de produtos e tecnologias que utilizam bioinsumos da região amazônica brasileira.

A expectativa é de que esses conhecimentos sejam aproveitados nas ações de prospecção do novo Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA).

A 307ª Reunião do CAS será presidida pelo secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Alexandre Ywata, e contará ainda com a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, e de representantes de órgãos governamentais, entidades de classe e da classe política e empresarial da região, entre outros.

Balanço positivo

A reunião desta quarta-feira (7) encerra um calendário intenso de atividades do CAS ao longo de 2022. Caso os projetos constantes na pauta sejam chancelados na íntegra, o Conselho fechará o ano com um total de 201 projetos industriais e de serviços aprovados, que preveem investimentos totais de aproximadamente R$ 6 bilhões e a geração de 9.776 novos empregos na Zona Franca de Manaus.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *